Dança de conjunto desenvolvida por homens, compreendendo dançadores e cantadores, todos comandados por um mestre, denominado “macota”, e usando um bastão de madeira, sendo o do macota mais longo. Os bastões são batidos uns nos outros, em ritmo firme e compassado. Essas pancadas presidem toda a dança, funcionando como marcadores do pulso musical. A banda que anima o grupo é composta por atabaques, pandeiros e, às vezes, violas de 12 cordas. As cantigas são puxadas pelo macota e respondidas pelo coro. A área de origem e maior incidência do maculelê é a região de Santo Amaro no Estado da Bahia.

 

Fonte: CNFCP