Termo Genérico: BATUQUES DE TERREIRO

 

Tambor caracterizado pela presença da umbigada, que recebe o nome de “punga”. A coreografia, de forma individual, consta de sapateios e requebros de corpo, terminando com a “punga”. Os cantos são repetitivos, à semelhança de estribilho. Os temas podem ser classificados como de auto-apresentação, louvação aos santos protetores, sátiras, homenagem às mulheres, desafio de cantadores, fatos do cotidiano e despedida. A marcação dos passos da dança é feita por tambores confeccionados artesanalmente de troncos escavados a fogo, que os brincantes chamam de parelha. São três tambores nos tamanhos pequeno (crivador ou pererengue), médio (meião, meio ou chamador) e grande (roncador ou rufador). Um par de matracas batidas no corpo do tambor grande auxilia na marcação. Ocorre no Maranhão.

 

Fonte: CNFCP